Principal

postheadericon Maternidade celebra seus 18 anos com mais de 26 mil partos

 

A Maternidade Municipal Alzira Reis Vieira Ferreira (MMAR) comemora, neste mês de maio, 18 anos de existência com mais de 26 mil partos realizados. A unidade, que adota prerrogativas humanizadas da Rede Cegonha, está com a taxa de 73% de partos normais. Dentre outras práticas estão os métodos de aleitamento na primeira hora e incentivo ao contato pele a pele entre mãe e bebê.

A unidade oferece boas práticas na atenção humanizada ao parto e nascimento, na qual realiza testes da orelhinha, coraçãozinho, olhinho e do pezinho. A gestante na MMAR recebe assistência multiprofissional, com direito a acompanhante de sua escolha durante todo período de internação. E os novos cidadãos niteroienses, saem da maternidade com suas certidões de nascimento e inscrição de CPF (Cadastro de Pessoas Físicas).

“O parto humanizado é uma realidade da maternidade, seguimos a política de aleitamento na primeira hora, os acompanhantes são permitidos durante todo o processo, as gestantes contam com apoio de fisioterapeutas, psicólogas, assistentes sociais, enfermeiras obstetras e métodos não farmacológicos de alívio à dor”, enfatizou a diretora.

A unidade também fornece educação permanente aos seus profissionais com cursos de capacitação e estágios. São realizados 1,5 mil nascimentos por ano, em média.

Na última sexta-feira (13) a direção da unidade realizou em evento no local para celebração do aniversário da Maternidade. Na celebração, foram apresentados slides que mostram o histórico da Maternidade e os avanços que a reforma trará.

Obras de reforma

Está em andamento a obra para reforma da maternidade que contará com leitos de recuperação pós-anestésica e toda estrutura de apoio a estes procedimentos. Na ala de internação, cinco novos ambientes serão planejados para a realização de pré-parto, parto e pós-parto.

Será implantada uma Unidade de Cuidados Intermediários para recém-nascidos, com seis berços em ambiente equipado e planejado. O projeto também contempla atenção aos ambientes de acolhimento, com salas específicas para os exames de ultrassonografia, ecocardiograma e análises clínicas; leitos de observação para avaliação da indicação de internação; além de ambientes planejados para estar de acompanhantes e para as atividades de apoio ao aleitamento.

Também será substituída toda a infraestrutura predial, com redimensionamento de instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias, inclusão de sistemas de ar condicionado em toda a edificação, atendimento por grupo-gerador para fornecimento de energia, sistema de controle por câmeras de segurança e implantação de rede de lógica integrando todos os serviços através de sistema de informação.

 

 

 
DIGITE SUA BUSCA
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner