Principal
Banner

postheadericon Decreto autoriza agentes de saúde a entrarem em imóveis abandonados para combater focos de dengue

 

decreto-saude

 

 


O prefeito de Niterói Rodrigo Neves e o presidente da Fundação Municipal de Saúde, secretário Chico D’Angelo assinaram hoje, 04/02, decreto que permite aos agentes de endemia entrar em casas abandonadas da cidade para fiscalizar e combater possíveis focos do mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti. Autoridades do Departamento de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses, da Procuradoria Municipal e Secretaria de Ordem Pública, entre outros também estiveram presentes à solenidade.

 

Inicialmente, serão enviadas duas notificações aos proprietários das residências fechadas. Após a segunda, caso nenhuma providência seja tomada, a ação será executada imediatamente.

 

O prefeito lembrou que ano passado, apesar da epidemia registrada e dos 399 casos confirmados de dengue só em janeiro, não houve nenhum óbito durante o ano todo. “Isso se deve às medidas preventivas adotadas intensamente pela Fundação Municipal de Saúde. Ações que fizeram com que, em janeiro deste ano, o número de notificações ficasse reduzido para 47 apenas ou, ainda menor, após confirmação do laboratório”, disse Rodrigo Neves.

 

“Apesar dessa redução, continuamos vigilantes e a pedido de Chico D’ Angelo e com o apoio da Procuradoria Municipal  e auxílio da Secretaria Municipal de Ordem Pública e Guarda Municipal os agentes de endemia poderão entrar nas casas abandonadas para a prevenção contra a dengue”, enfatizou o prefeito.

 

Ele disse ainda que nos próximos dias, quando do início das aulas, serão realizadas ações educativas e medidas de prevenção contra a dengue nas escolas. Rodrigo fez questão de divulgar o número 2621-0100 para que a população ajude a denunciar possíveis focos do mosquito transmissor.

 

“Este decreto nos dá respaldo legal e o Departamento de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses poderá multar os proprietários das casas abandonadas e fazer outros procedimentos”, afirmou o secretário municipal de Saúde, Chico D´Angelo.

 

Diante dos baixos números notificados de dengue neste ano, Chico D´Angelo considerou que “o dever de casa tem sido feito, mas não estamos baixando a guarda e continuaremos  atacando na prevenção, porque março é mês de chuva e queremos concluir o Verão sem ter novos casos expressivos de dengue”, concluiu o secretário de saúde.

 

* Disque-Dengue: 2621-0100, de 2ª a 6ª feira, das 9 às 17h e aos sábados de domingos das 9 às 13h.
* Como evitar  a formação de larvas do mosquito da dengue:
1- Pratos de vasos de plantas com bastante areia;
2- Caixas d'água, bacias e tonéis sempre cobertos; garrafas vazias viradas para baixo;
3- Trocar com frequência a água do recipiente dos animais domésticos;
4- Manter o lixo bem fechado e com tudo que possa acumular água.

 
Banner
Banner
DIGITE SUA BUSCA
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner