Principal

postheadericon Niterói promove ação de combate à Sífilis

IMG-5658

 

No Dia Nacional de Combate à Sífilis e à Sífilis Congênita, celebrado neste sábado (20), a Fundação Municipal de Saúde aproveitou o sol forte para intensificar a oferta de testagem rápida, orientação e distribuição de material educativo sobre a doença na praia de Itaipu, uma das mais movimentadas da Região Oceânica da cidade. A ação aconteceu no Módulo do Programa Médico de Família da Colônia e se estendeu pelos arredores, atraindo as pessoas que passavam pelo local.

A sífilis é uma infecção transmitida sexualmente e também pode ser transmitida para o bebê durante a gestação (Sífilis Congênita). O diagnóstico e o tratamento da doença com o uso de penicilina estão garantidos em toda a rede de saúde, é o que explica a secretária municipal de Saúde Maria Célia Vasconcellos.

“A rede municipal promove ações de prevenção à sífilis, o diagnóstico precoce e o tratamento adequado à doença. Desenvolvemos um trabalho integrado entre a Assessoria de IST/Aids e Hepatites Virais e a Coordenação da Saúde da Mulher junto à rede básica de saúde, maternidades e laboratórios públicos, para o desenvolvimento de estratégias e ações visando o combate da sífilis”, conta.

A funcionária pública Lucinéia Pires Bastos, 64 anos, estava passando pelo local e foi surpreendida pela ação da prefeitura de Niterói. “Confesso que sou uma pessoa que não me cuido muito, mas vi a ação e resolvi fazer o teste. Esse tipo de trabalho incentiva as pessoas a procurarem refletir mais sobre a saúde. A partir de agora vou procurar cuidar mais da minha, esse foi o ponta pé inicial, exaltou Lucinéia, que saiu levando panfletos e preservativos para compartilhar com outras pessoas.

De acordo com a coordenadora Técnica de IST/Aids e Hepatites Virais, Márcia Santana, outras atividades estão programadas para o mês.

“Teremos um encontro sobre Sífilis dirigido aos profissionais da rede de saúde, no dia 22, das 09h às 13h, com o tema “O enfrentamento da Sífilis em situações de maior vulnerabilidade”, na Av. Amaral Peixoto, 169, Centro. No dia 23, das 13h às 17h, também direcionado aos profissionais da rede, será realizado o Seminário de Vigilância da COVIG, em que será abordado o tema “Sífilis: vigilância e cuidado em rede”. O evento acontecerá no auditório da Casa Amarela, na Rua São Pedro, 108, Centro”, informa Márcia.

Para conseguir tratamento, basta procurar a unidade de saúde mais próxima de sua residência.

 

 

 

 


 
Banner
Banner
DIGITE SUA BUSCA
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner