Principal

postheadericon Seminário do CCZ debate vários temas no Teatro Popular

O setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC), do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) irá promover nos dias 29 e 30 deste mês, das 9h às 17h, o Seminário de Atualização em Arboviroses e Zoonoses de Niterói. O evento será realizado no auditório do Teatro Popular Oscar Niemeyer, no Centro, e terá como temas principais: arboviroses, wolbachia, raiva, aranha e escorpiões, cobras peçonhentas, controle de roedores, esporotricose e leishmaniose.


De acordo com o chefe do Departamento de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses (Devic), Francisco de Faria Neto, o evento é dirigido aos profissionais de saúde e aos estudantes do ensino médio e universitários. Os interessados em participar do seminário, obter outras informações ou se inscrever poderão fazê-lo ligando para o telefone 2613-3246 ou enviando mensagem para o endereço eletrônico: Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.



Programação:             

     

Dia 29, às 9h15, abertura oficial. Logo depois, palestra sobre o tema: “A situação das arboviroses no Estado do Rio de Janeiro”, com Andrea Santana, representante da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES-RJ);


10h45, a coordenadora de Vigilância em Saúde, Ana Lúcia Fontes Eppinghaus falará sobre “A situação das arboviroses em Niterói”. E a seguir, Gabriel Sylvestre Ribeiro, representante do World Mosquito Program Brasil (WMP Brasil), programa conduzido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que em parceria com o Ministério da Saúde, implantou o método Wolbachia nas cidades de Campo Grande (MS), Petrolina (PE), Belo Horizonte (MG) e Niterói.


11h30 debate com a representante da SES-RJ, Gabrielle Damasceno da Costa Chagas;


14h palestra sobre Raiva, com o professor e representante do CCZ, Hugo Costa de Souza;


14h40, o assunto raiva, continua com o professor de veterinária da UFF, Flávio Fernando Batista Moutinho;


15h20 é a vez do tema sobre cobras peçonhentas, com o biólogo do Instituto Vital Brazil (IVB), Cláudio Machado;


16h, os escorpiões  estão na pauta do pesquisador do IVB, Cláudio Maurício.


Dia 30, às 9h: o chefe do CCZ,     Fábio Villas Boas, falará sobre o trabalho de Vigilância das Zoonoses em Niterói;


9h45, o assunto em debate é desratização e controle de roedores, com o agente de endemias e biólogo do CCZ, Devylson da Costa Campos;


10h30, Esporotricose Humana, com as pesquisadoras do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI), da Fiocruz, Luisa Helena Monteiro de Miranda e Paula Gonçalves Viana;


11h15, Esporotricose Animal com a representante do CCZ, veterinária Cíntia da Silva Santos;


14h, a situação atual da Leishmaniose Visceral Canina, em Niterói, com veterinária Viviane Nunes;


14h45, como se dá a vigilância da Leishmaniose Visceral, com a pesquisadora da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/Fiocruz), Andrea Sobral de Almeida;


E às 15h30, encerrando o evento, debate aberto ao público com uma ampla abordagem de todos os assuntos tratados no seminário.

 

 


 
Banner
Banner
DIGITE SUA BUSCA
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner