Principal

postheadericon Caminhada no Barreto finaliza programação do Outubro Rosa

WhatsApp Image 2019-10-31 at 18.59.29

 

 

Final de Outubro, final do Outubro Rosa. Para encerrar esse mês de combate ao câncer de mama, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Niterói, por meio da Policlínica do Barreto João Vizella, realizou na última quinta (31) uma Caminhada Rosa, que mobilizou cerca de 90 profissionais e usuários pela rua Luiz Palmier até a Praça da Árvore em defesa da causa.

O percurso foi animado por carro de som com samba composto por Portugal da Acadêmicos do Viradouro sobre o cuidado do autoexame. Durante o trajeto, moradores saiam de suas casas, curiosos com o carnaval fora de época que se formava pela causa. “Que coisa maravilhosa! Lidar com a saúde tem que ser assim, de forma descontraída, porque assim a gente busca se cuidar, sem ficar se penalizando”, afirmou a moradora Luísa Vianna, aposentada de 63 anos, que garantiu que realiza os autoexames e a mamografia regularmente.

“É uma tentativa de estimular a prevenção para que a mulher adote hábitos saudáveis, como boa alimentação e prática de esportes e que saiba se cuidar. Tem mulheres que pela rotina de vida não tem nem tempo de se olhar no espelho. O trabalho no Outubro Rosa é promover a importância desse autocuidado e de se ficar atenta aos sintomas”, afirmou Paola Console, diretora da João Vizella.

Durante todo o mês as unidades de saúde do município realizaram diversos esclarecimentos com especialistas do tema, rodas de conversa, palestras, distribuição de material informativo, atividades lúdicas, mutirão de exames e conscientização da população. “Mais uma vez, Niterói mostra sua prioridade com a saúde pública, nessas dezenas de atividades que realizamos pelo mês no combate ao câncer de mama”, avaliou a secretária de saúde Maria Célia Vasconcellos, afirmando que agora a FMS inicia sua programação do Novembro Azul, agora voltada para os cuidados da saúde do homem – não só o câncer de próstata, mas também cuidado com as ISTs, tabagismo, doenças crônicas e as situações de violência.

A doença - O câncer de mama resulta do crescimento irregular de células com potencial invasivo, derivado de alterações genéticas (hereditárias ou adquiridas). Existem vários tipos de câncer de mama: alguns evoluem de forma rápida, outros, não. Com um bom prognóstico, as chances de cura são potencializadas, o que faz reiterar a prevenção e o diagnóstico precoce da doença. Tanto o diagnóstico quanto o tratamento são oferecidos pelo Serviço Único de Saúde (SUS), sendo necessário procurar a unidade mais perto de sua residência para ser incluído na rede de assistência.

 

 

 

 


 
Banner
Banner
DIGITE SUA BUSCA
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner