Principal

postheadericon Novembro Azul foca na saúde do homem e câncer de próstata

novembro

 

No mês de conscientização sobre o câncer de próstata, o Novembro Azul, a Fundação Municipal de Saúde de Niterói alerta sobre a importância do diagnóstico precoce e a prevenção da doença em todas as unidades de saúde do município. Durante o mês, também vão ocorrer ações de saúde que contribuam para a compreensão do público masculino sobre a importância de comparecer regularmente aos serviços de saúde. O Museu de Arte Contemporânea de Niterói (MAC), na Boa Viagem, recebeu iluminação especial na cor azul durante o mês.


O câncer de próstata é o mais frequente entre os homens, depois do câncer de pele. Embora seja uma doença comum, por medo ou por desconhecimento muitos homens preferem não conversar sobre esse assunto.  O câncer de próstata é o tumor que afeta a próstata, glândula localizada abaixo da bexiga e que envolve a uretra, canal que liga a bexiga ao orifício externo do pênis.

A secretária municipal de Saúde, Maria Célia Vasconcellos, afirma que os exames periódicos são essenciais para manter um cronograma de prevenção de doenças e destaca a programação da rede para o mês.

“Todas as unidades da Rede Pública Municipal de Saúde estarão promovendo atividades de mobilização da população masculina. Na programação, debates, palestras e rodas de conversa que irão tratar, entre outros assuntos, de câncer de próstata, planejamento reprodutivo frente às Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e pré-natal do parceiro, bem como diversas ações com alunos de enfermagem das faculdades locais. Sempre trazendo o público masculino para nossos serviços”, informou a secretária.

Os homens a partir dos 50 anos devem procurar anualmente um urologista e fazer o exame de toque retal como forma de prevenir o câncer de próstata. No entanto, segundo a coordenadora do Programa de Saúde do Homem da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Kátia Regina, as unidades de saúde irão atender o público masculino, durante a campanha Novembro Azul, de uma forma global, priorizando o exame pré-natal do parceiro e os testes rápidos para sífilis, HIV e outras doenças infectocontagiosas.

De acordo com a Política Nacional de Atenção Integral da Saúde do Homem do Ministério da Saúde (PNAISH-MS), existe a necessidade de ampliar e melhorar o acesso da população masculina adulta, que compreende a faixa etária dos 20 aos 59 anos, do Brasil aos serviços de saúde. Nesse sentido, a PNAISH vem sendo desenvolvida a partir de cinco eixos temáticos: “Acesso e Acolhimento”, “Saúde Sexual e Saúde Reprodutiva”, “Paternidade e Cuidado”, “Doenças prevalentes na população masculina” e “Prevenção de Violências e Acidentes”.

Recomendação - O exame de PSA (sigla para Prostate-Specific Antigens, ou antígenos específicos da próstata, em português) solicitado no início das investigações médicas e realizado para detectar precocemente casos de câncer de próstata e outras condições, como a hiperplasia prostática benigna e a prostatite, serão realizados somente se houver queixa clínica do usuário. Essa é uma recomendação do Instituto Nacional do Câncer (INCA) e do Ministério da Saúde.

 


 
Banner
Banner
DIGITE SUA BUSCA
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner