Principal

postheadericon FMS amplia rede para 226 leitos e adquire respiradores e tomógrafo

Douglas Macedo1

A Prefeitura de Niterói ampliou a capacidade da rede pública de saúde para o atendimento dos pacientes graves de Covid-19. O município dispõe hoje de 226 leitos exclusivos para pacientes com o coronavírus, entre enfermaria e UTI, com uma taxa de ocupação atual de 55%. Além disso, a administração pública adquiriu mais 80 novos respiradores para reforçar o atendimento aos pacientes graves com a Covid-19. Os equipamentos chegaram na sexta-feira (29/05) no Hospital Municipal Oceânico de Niterói vindos da China.


Para o prefeito Rodrigo Neves, as medidas para aumentar a retaguarda de saúde, aliadas ao isolamento social e à restrição de circulação adotadas assim que surgiram os primeiros casos confirmados na cidade, foram essenciais para que Niterói possa estar em um estágio laranja no plano gradual de transição para uma nova normalidade.


“Desde o surgimento dos primeiros casos de Covid-19, Niterói vem se preparando para a pandemia, abrindo dezenas de leitos, adquirindo equipamentos de proteção individual para os profissionais e planejando o isolamento social. Arrendamos e transformamos um hospital particular que estava abandonado no primeiro hospital público do Brasil exclusivo pra Covid-19, entregue em prazo recorde. Contratamos mais 1.300 profissionais de saúde desde março. Todas essas ações permitiram que a nossa rede de saúde estivesse preparada para enfrentar a pandemia”, afirmou o prefeito.


O secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira, destacou que Niterói fez um planejamento estratégico que deu condições para que os profissionais de saúde pudessem realizar seu trabalho de salvar vidas. Ele citou ações como o isolamento social, a distribuição de kits de limpeza, a sanitização de ruas e comunidades de Niterói e a aquisição, com recursos próprios, de 50 mil testes rápidos que permitiram a implantação de um programa amplo de testagem da população.


“Conseguimos ter hoje uma retaguarda de leitos à frente da curva da doença. Vivemos ainda uma situação preocupante, que exige atenção total neste processo gradual para o novo normal. Estamos vencendo esta batalha, mas é preciso perseverar no isolamento social e termos uma mudança nos hábitos de higiene e limpeza”, disse o secretário.


Respiradores - A Prefeitura de Niterói adquiriu mais 80 respiradores para reforçar o atendimento aos pacientes graves com a Covid-19. Os equipamentos chegaram na sexta-feira (29/05) no Hospital Municipal Oceânico de Niterói vindos da China. Em vídeo nas redes sociais da Prefeitura, o prefeito Rodrigo Neves destacou que esta é mais uma importante medida do Município no combate ao avanço do coronavírus na cidade.


“Desde o início da pandemia, Niterói vem adotando medidas importantes, com base na ciência e nos indicadores da Saúde. A participação da sociedade, que cumpriu o isolamento social, também foi fundamental para evitarmos uma explosão de casos.  Poderíamos estar vivendo uma tragédia sanitária e humanitária, com o aumento da demanda em nossos hospitais. E isso não aconteceu graças às medidas de isolamento social e restrição de circulação adotadas na cidade e, principalmente, graças à perseverança da população, que mostrou disciplina para ficar em casa”, afirmou o prefeito.


O secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira, destacou que a chegada dos novos respiradores representa um importante reforço nessa guerra contra o vírus e junto aos profissionais de saúde, que são incansáveis na luta por salvar vidas. Aberto em 10 de abril, o Hospital Municipal Oceânico de Niterói é a primeira unidade no país exclusiva para o tratamento de casos graves de infectados pelo coronavírus.


“Conseguimos ter hoje uma retaguarda de leitos à frente da curva da doença. Vivemos ainda uma situação preocupante, que exige atenção total neste processo gradual para o novo normal. Estamos vencendo esta batalha, mas é preciso perseverar no isolamento social e termos uma mudança nos hábitos de higiene e limpeza”, disse o secretário. “Vale ressaltar que a testagem rápida que estamos realizando e que será ampliada a partir de quarta-feira, com sistema drive thru, tem sido muito importante para nos ajudar a verificar a circulação do vírus na cidade, assim como organizar as ações de quarentena, com a abertura do centro de referência para quem não tem condições de cumprir o isolamento na sua residência”, acrescentou.


Tomógrafo - O Hospital Municipal Oceânico de Niterói, primeira unidade hospitalar do Rio de Janeiro exclusiva para internação de pessoas com Covid19, agora conta com um moderno tomógrafo para atendimento aos pacientes do local.

O secretário municipal de Saúde de Niterói, Rodrigo Oliveira, conta que a aquisição do aparelho é mais uma medida da prefeitura no combate ao coronavírus.


“Estamos realizando mais uma medida fundamental neste momento. A implantação do tomógrafo se soma ao conjunto de ações assistenciais de excelência que já oferecemos à população”, afirma o secretário.


Gisela Motta, diretora do Oceânico explica a importância de ter o exame na unidade.


“A tomografia se mostrou um exame fundamental para acompanhamento dos pacientes com Covid, melhor que o raio X. Esse é mais um diferencial na assistência aos nossos pacientes”, conta a diretora.


O hospital Oceânico não possui atendimento de emergência, os pacientes são transferidos das unidades de urgência referência para Covid19, o Hospital Municipal Carlos Tortelly, a Unidade de Urgência Mário Monteiro e os Serviços de Pronto Atendimento das Policlínicas do Largo da Batalha e da Engenhoca.

 

 

 

 

 

 


 
Banner
Banner
DIGITE SUA BUSCA
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner